Capa » Notícias » Irmãs mais velhas têm maior sucesso profissional, diz pesquisa

Irmãs mais velhas têm maior sucesso profissional, diz pesquisa

Pesquisadores analisaram a vida de mais de 3 mil pessoas para ver a relação entre o sucesso acadêmico e a ordem de nascimento dos irmãos.

Essa pode ser uma grande polêmica entre as famílias, até porque quem nunca foi atrevido o bastante para perguntar a mãe: “Quem é seu filho preferido? Quem é o mais inteligente? E o mais bonito?”. De acordo com a ciência, se você é o filho mais velho, especialmente se for mulher, pode ter uma vantagem na vida: ser mais sucedido.

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Social Econômica (ISER) da Universidade de Essex, no Reino Unido, revelou que as filhas mais velhas têm mais chances, estaticamente, de serem as mais ambiciosas e qualificadas de sua família.

Para comparar o sucesso acadêmico e financeiro entre os irmãos, os pesquisadores analisaram as relações de 1.503 grupos de irmãos ? ou 3.531 pessoas. A pesquisa desconsiderou famílias com filhos únicos ou gêmeos, já que o objetivo era investigar o impacto entre irmãos com certa diferença de idade.

Os resultados do estudo mostraram que os filhos mais velhos tendem a se preocupar mais com estudos e profissão, portando, conquistando salários melhores. Segundo os pesquisadores, os primogênitos são mais comprometidos na escola, principalmente as meninas, ainda que os pais se esforcem para dar a mesma educação para os filhos.

“É interessante observarmos uma vantagem educacional para o filho mais velho, por mais que os pais tentem ser igualitários na forma como educam suas crianças”, disse Feifei Bu, autor do estudo , a The Guardian.

As conclusões da investigação mostram que os primeiros filhos, em geral, são 7% mais propensos a continuar estudando que os mais novos; as primeiras filhas são 13% mais ambiciosas que os meninos; a probabilidade de primogênitos buscarem qualificação profissional é 16% mais alta que a dos irmãos mais novos; e as meninas tem 4% mais interesse em buscar qualificação pela educação.

“Há várias explicações possíveis para o interesse e a ambição maiores dos mais velhos. Poderia ser porque os pais dedicam mais tempo e energia a eles, poderia ser porque eles são mais inteligentes. E eu diria que quanto maior o intervalo entre os filhos, melhores serão as qualificações”, completou o pesquisador.

Anteriormente, um estudo realizado pela Universidade de Edimburgo indicou que os filhos os mais velhos têm maior capacidade para pensar do que os mais novos, isso porque os pais estimulam mais os primogênitos nos seus anos iniciais de vida. Para os pesquisadores, apesar todos pais acreditarem ter dado o mesmo apoio emocional para todos os filhos, a verdade é que os filhos mais velhos recebem um apoio parental maior, especialmente em tarefas que envolvam capacidades para pensar.

Fonte: Minha Vida

Check Also

DESEMPREGO: Um em cada quatro está desempregado no Brasil.

Um em cada quatro está desempregado no Brasil. Entre aqueles que têm entre 14 e ...